CONTATOS:

tels: 11 995348895 - 11 98822.7490 - 11-44390083 

  • Google+ Social Icon
  • Facebook Social Icon

Como Chegar em Paranapiacaba

Seja de trem e ônibus carro, moto ou aventurando...
1/1

"NÃO ESTIVE EM TODOS

OS LUGARES

MAS ESTÁ EM

MINHA LISTA."

Susan Sontag

PARANAPIACABA: COMO CHEGAR: Carro e trem - Ônibus - Outros

1º - De carro, para quem vem de São Paulo ou do ABC

Duas formas e até três caminhos de como chegar a Paranapiacaba.

1º - De carro, para quem vem de São Paulo ou do ABC

Seguir pela Via Anchieta até o km 29, no Riacho Grande, após cruzar sobre a Represa Billings, onde há placas indicando Suzano, Ribeirão Pires e Paranapiacaba, (Ver uma delas esta na direção) entrar (para esquerda por baixo da Anchieta) sentido antigo Caminho do Mar, rumo à Rodovia Índio Tibiriçá. Esta, no verão, fica maravilhosa com os floridos manacás-da-serra.

Pode-se, também, seguir pela Rodovia dos Imigrantes e pegar a saída para a sair na Anchieta sentido Riacho Grande - SBC, os cuidados e as dicas acima.

 

"FIQUE ATENTO NA SAÍDA SENTIDO RIACHO GRANDE!!!

 

Via Anchieta pouco antes do Riacho Grande. Se pagar a pista da direita e não central ou vai pagar pedágio e fazer uma tremenda volta.
Assim que cruzar a Represa Billings, manter a direita e 

No km 45,5 da Índio Tibiriçá há o trevo com sinalização para entrar à esquerda. Em seguida seguir rumo a Rio Grande da Serra pela rodovia SP 122 – Adib Chamas.

Deve-se cruzar este município e seguir em frente por 7 km até atingir o bairro de Campo Grande, onde há uma bifurcação indicando dois caminhos até a vila – Parte Alta e Parte Baixa.

Seguindo em frente chega-se na “Parte Alta”, onde há estacionamento, e o turista terá que enfrentar longa descida até cruzar sobre a linha do trem pela passarela, para atingir a “Parte Baixa”, conhecida como vila inglesa. Caso siga a placa “Parte Baixa”, deve-se entrar à esquerda e cruzar, em nível, a linha do trem, e ir por estrada de terra, por cerca de 6 km até a vila inglesa, onde encontrará restaurantes, lanchonetes, bares e artesanato. Quanto a restaurante e lanchonete o melhor local é o Bar da Zilda, onde o turista encontrará refeições, lanches e bebidas. Além de se situar no melhor lugar da vila inglesa, junto à ferrovia, o turista também poderá saborear e comprar a legítima Cachaça de Cambuci, envelhecida por dois anos. Além de ser a melhor em toda região da Mata Atlântica, ela, em diversos sabores, explica o porquê de Paranapiacaba ser a capital nacional do Cambuci.

De carro para quem vem da Zona Leste ou Guarulhos

De carro para quem vem da Zona Leste ou Guarulhos

Seguir pela Avenida Jacu-Pêssego até o município de Mauá, onde se deve pegar a saída para Ribeirão Pires. É um trevo chato, pois vai sair na pista em direção a Santo André, por isso, logo em seguida pegar outro trevo para seguir na direção de Ribeirão Pires. 


Partindo de Mauá ou Ribeirão Pires


Em uma longa avenida vão ser cruzados os centros de Mauá e Ribeirão Pires. Continuando nessa mesma avenida vai-se atingir a Rodovia Adib Chamas citada no 1º ítem, e seguir a orientação anterior.

De carro para quem vem de Mogi ou Vale do Paraíba

No município de Suzano entrar na Rodovia Índio Tibiriçá, sentido sul. E seguir até o km 45,5, mencionado no 1º ítem, onde se deve entrar à direita, seguindo sinalização bem visível.

ônibus para quem vem de Santo André

De ônibus para quem vem de Santo André

Do Terminal Rodoviário em Prefeito Saladino, partem os ônibus da Viação Ribeirão Pires rumo a Paranapiacaba (linha 040). Cruzam as cidades de Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Por essa razão a viagem é demorada e, uma vez que o trajeto segue paralelo à linha do trem, é melhor ir de trem até Rio Grande da Serra, de onde partem ônibus para a “Parte Alta” da vila (vide ítem 5º a seg

 

De trem para quem vem de São Paulo

Partem da Estação do Brás, de 08 em 08 minutos, os trens da CPTM, que em 50 minutos atingem Rio Grande da Serra. Nesta cidade, de frente à estação saem os ônibus da Viação Ribeirão Pires. De 2ª à 6ª, de hora em hora (sempre nas meias-horas) e nos fins de semana e feriados de meia em meia hora.
Nas estações de embarque, não se esquecer de pedir bilhete “integração – Paranapiacaba”.

 

De trem para quem volta a São Paulo


Na volta, de 2ª a 6ª, os ônibus partem de Paranapiacaba também de hora em hora, sempre nas horas-cheias, e nos fins de semana, de meia em meia hora.

De carro ou moto para aventureiros por Mogi das Cruzes

Partindo de Mogi das Cruzes, seguir pela Rodovia Mogi-Bertioga até a entrada para Taiaçupeba, no km 63. Entrar à direita, rumo a esse distrito mogiano. A estrada é bem asfaltada e bonita. Seguir até o trevo de Barroso, no km 75, onde há sinalização, e entrar à direita. Desse trevo em diante a estrada fica estreita, mas continua asfaltada. Após o Barroso (bairro de apenas uma rua de 200 metros) seguir em frente até o primeiro trevo, no km 58, (onde não há placas), e entrar à esquerda rumo a Furnas (usina hidroelétrica). A estrada também é asfaltada e bonita.
De Furnas em diante a estrada é de terra, por entre sítios e fazendas. Logo após uma pequena ponte sobre um riacho, entrar à esquerda. Há poucas placas indicativas, mas perguntando-se aqui e ali, chega-se à Fazenda Taquaruçu e, desta, atinge-se a Parte Baixa, cerca de 2 km adiante.
De Mogi a Paranapiacaba, devagar, e perguntando quando necessário, leva-se cerca de 1h e 30min a, no máximo, 2 horas.

 

Expresso turístico

O expresso turístico circula aos domingos, menos no 2º do mês. Parte da Estação da Luz às 8h e 30min, fazendo uma única parada em Santo André, às 9 horas, com chegada em Paranapiacaba às 10 horas. Na vila os visitantes podem optar por pacotes turísticos, e o retorno é às 16h e 30min.
Para maiores informações e reservas, que devem ser feitas antecipadamente, consultar o site da CPTM (www.cptm.org.sp.br).

BOA VIAGEM A TODOS
PARANAPIACABA OS AGUARDAM

Texto adaptado do site:  http://www.avilainglesa.com

Rua Nova , 11 - Paranapiacaba

Ligue WHATS CELULAR

11-98822-7490